No Chef’s Table tem mulher também! ou 5 motivos para você conhecer a história de Ana Roš

Que Alex Atala que nada! O negócio é assistir ao episódio do Chef’s Table da eslovena Ana Roš!

Admiro o Atala. O seu trabalho para resgatar, apoiar e preservar ingredientes brasileiros é notável. Mas, confesso, que essa campanha que ele tá fazendo pra Seara me deixou com a pulga atrás da orelha. Fico me perguntando o porquê dele topar ser o garoto propaganda da campanha do frango…. sendo que vai contra muita das bandeiras que ele levanta por aí, como por exemplo, priorizar o pequeno produtor local.  Rolou uma decepçãozinha.

Mas vamos voltar ao Chef’s Table. A série produzida pelo Netflix já havia lançado seis episódios no ano passado, estreiou mais seis e o grande buzz gerado foi em torno do Atala. O episódio é bonito e dá aquele orgulho de ser brasileiro, claro. Mas, não tão tocante quanto o da Ana Roš. Ela é uma mulher eslovena que largou a carreira em diplomacia para tocar a cozinha do restaurante do pai do seu marido. Ela não sabia nada de cozinha, muito menos o que era ser um chef. Ela aprendeu tudo sozinha e o que criou é muito impressionante.

Captura de Tela 2016-06-24 às 23.02.34

Screenshot do trailer para o Youtube de Chef’s Table

A primeira frase do episódio é “Amor é crucial”. Pronto, já me ganhou. Aí continuo assistindo e ouvindo aquela língua tão diferente que é o esloveno sendo falada, as paisagens lindas, os ingredientes locais, as ideias e histórias da chef e de sua família… UAU! Fiquei realmente encantada. Talvez por  ser uma realidade tão distante da minha, porém há um toque de simpleza. Tão bonito ver o olhar dela para a comida e o processo de se tornar uma cozinheira. Uma total autodidata que tem um enorme apreço por seu país, pelas técnicas tradicionais e pelo seu trabalho. Muito bonito. Vamos aos 5 motivos!

1) Ana é eslovena.
Quantas coisas você sabe sobre a Eslovênia? Eu não sabia absolutamente nada. Depois de assistir esse episódio você vai descobrir muitas coisas. Só de ficar ouvindo esloveno já vale a pena! (Aliás, por quê o Atala fala em inglês no episódio dele?) Que língua diferente, às vezes parece italiano, às vezes russo, francês… E as paisagens? As casinhas, fazendas, natureza… a cor do rio! Fiquei me imaginando morando numa daquelas casas cercadas por belíssimas montanhas…

2) Ana é uma mulher.
Pare e pense em 3 chefes famosos. Rápido! Quantos deles são mulheres? A presença das mulheres comandando grandes cozinhas na alta gastronomia não é muito comum. Por mais que as mulheres desempenhem um grande papel na culinária no mundo inteiro, cozinhando em casa para suas famílias por séculos, ainda são os homens que dominam o status de ser um grande chef.

3) Ana não é uma chef profissional.
Ela não frequentou nenhuma escola de gastronomia e também não aprendeu a cozinhar na França ou Itália. Ali, em sua cozinha, fazendo experimentos, testando, ouvindo sugestões e sobretudo dando espaço para a criatividade ela fez de seu restaurante algo fantástico de um nível profissional e de alta gastronomia, mesmo sem o diploma.

4) A história de Ana é inspiradora.
Ana largou sua carreira em Relações Internacionais para ficar com o marido e cozinhar no restaurante do sogro, contrariando seus pais, mas seguindo o seu coração. Ela não fazia ideia do que estava fazendo e deve ter sido aterrorizador. Isso nos faz lembrar que nunca é tarde para fazer algo totalmente novo e mudar o rumo de nossas vidas.

5) Ana valoriza as tradições e ingredientes locais.
Em uma parte do episódio, Ana comenta que quando decidiu usar produtos locais como ingredientes principais de seus pratos, sua relação com a comida mudou. Ela diz: “Estar ciente da tradição local é a base sobre a qual um chef deveria construir suas criações.” É assim que damos alma à comida: quando colocamos no prato nossa bagagem cultural, emocional, social, tudo. E é isso que Ana faz.

Pronto, agora corre pra assistir. Pode ir! Vai!!! 😀

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s