Polenta em Buenos Aires

img_2362

Nossa pequena cozinha em Buenos Aires

Chegamos há alguns dias em Buenos Aires para tirar nossas esperadas férias! Alugamos um monoambiente pelo Airbnb e assim que vi a cozinha já sabia o que eu queria cozinhar primeiro: polenta! Da última vez que viemos, encontrei uma polenta muito saborosa para vender em um restaurante vegetariano (Esquina de Las Flores) e estava morrendo de vontade de provar de novo. Nosso primeiro almoço na cidade foi lá e aproveitei pra levar o pacotinho de polenta.

Polenta nada mais é do que mingau de fubá. Mistura-se farinha de milho com água e o molho de sua preferência. No mercado é bem difícil encontrar polentas orgânicas, e enfatizo aqui que você deva consumir somente produtos derivados do milho se forem orgânicos!


A polenta que comprei aqui é orgânica e bem saborosa. Não chega a ser uma farinha, tá mais pra uma quirera, quando parece que os grãos do milho foram só quebradinhos. No Brasil já encontrei produtos da Ecobío com milho orgânico, inclusive a quirera. Mas essa receita pode ser feita com o fubá orgânico também.

img_2363

Cozinhar em uma cozinha que não é sua é uma aventura! Você vai descobrindo os utensílios, jeitos de ligar o fogão e vai tendo algumas surpresas e precisa improvisar várias coisas. Essa polenta foi bem despretensiosa, para uma noite entre amigos que não se viam há algum tempo. 🙂 E o resultado foi vinho, conversas, risadas e a barriga cheia de felicidade.

Compramos uma bandeja de cogumelos, um maço de espinafre, cebolas e alho na verdulería e uma lata de tomates pelados no mercado, pois não encontramos tomates muito bonitos. Uma receita de poucos ingredientes, mas você pode ousar nos temperos e ingredientes para o molho.

Encontrei uma panela nem muito pequena, nem muito grande e coloquei água para ferver. Quando ferveu, adicionei sal e a polenta e mexi até levantar fervura. Depois ficou fervendo mais uns 15 ou 20 minutos. Eu sempre faço polenta no olho, mas você pode calcular a proporção de 1 pra 4. 4 medidas de água pra 1 de polenta.

Para o molho, refogamos alho e cebola e adicionamos os cogumelos paris cortados em quatro. Já que estávamos bebendo vinho, aproveitei para colocar um pouquinho na panela também. Com as mãos, espremi os tomates da lata na panela e deixei ferver por 5 minutos. Ajustei o sal e coloquei as folhas de espinafre, que aqui são menos suculentas. Mexi até incorporar tudo e pronto! Que delícia 🙂

img_2366

Polenta com molho de tomates, espinafre e cogumelos

  • 1 litro de água
  • 250g de fubá ou quirera
  • 1 lata de tomate pelado ou 4 tomates italianos
  • 1 cebola em cubinhos
  • 4 dentes de alho picados
  • 1 maço de espinafre
  • 1 bandeja de cogumelos paris ou qualquer outro de sua preferência

Aqueça 1 litro de água em uma panela e quando ferver coloque o sal e o fubá e mexa até ferver e pegar consistência. Tampar e mexer de vez em quando por 15 a 20 minutos. Em outra panela, doure o alho e a cebola em azeite e acrescente os cogumelos. Acrescente os tomates picados e ajuste o sal. Deixe ferver por 5 minutos e junte as folhas de espinafre. Quando murchar, desligue o fogo e sirva com a polenta mole em uma cumbuca.

Anúncios

4 comentários sobre “Polenta em Buenos Aires

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s