Ciranda de Receitas: Salada com queijo de cabra

Como passou rápido! Hoje já é dia de Ciranda de Receitas! E a colaboradora de hoje é a Gina do NacoZinha Brasil. Eu adorei a receita, pois é simples, fala de um ingrediente local e do modo de produção artesanal… tudo a ver comigo! Obrigada, Gina pelo presente. Não se esqueçam de ir até o blog dela e conferir a receita que eu deixei por lá. 😉

“Tendo morado no nordeste e sendo filha de pai pernambucano, tenho alguns sabores dessa terra muito vivos na memória. 

É no agreste pernambucano onde se produz o queijo de cabra da serra, entre outros 40 queijos nobres. Os animais têm tratamento diferenciado, com padrão de qualidade, e os queijos são similares aos melhores do mundo.
Para se fazer um queijo de cabra de 500 g são necessários 4-5 litros de leite. Ele é consumido em qualquer refeição. No café da manhã, com cuscuz e rapadura. A maturação ocorre em formas de umburana, espécie da caatinga.
Sabendo da simplicidade da Giulia, como o próprio nome do blog indica, escolhi uma salada bem simples, mas muito saborosa, com ingredientes fortes e, ao mesmo tempo, harmônicos com o molho sugerido.

salada-mix-folhas-queijo-cabra


Salada mix de folhas e queijo de cabra:
Alface rubi
Rúcula
Tomate-cereja
Pão de forma (pode ser outro)
Queijo de cabra
Azeite de oliva

Preparo:
Corte o pão em quadradinhos, cubra com fatias de queijo de cabra de igual tamanho e leve ao forno, colocando um fio de azeite na assadeira. Deixe tostar ligeiramente. Sirva com os demais ingredientes e molho de sua preferência.

Sugestão de molho:
3-4 colheres (sopa) de azeite
1 colher (sopa) de mel
1 colher (sopa) de molho de soja (shoyu)

Preparo:
Bata os ingredientes, agitando com batedor de arame (fouet) para emulsificar.

Um “cheiro”, bem ao jeito pernambucano de ser!
Gina

Fontes:
http://g1.globo.com/globo-reporter/noticia/2016/06/agreste-de-pe-produz-queijos-similares-aos-melhores-do-mundo.html
http://www.slowfoodbrasil.com/arca-do-gosto/produtos-do-brasil/1042-queijo-coalho-de-cabra-da-caatinga

logomarca ciranda2

Ciranda de receitas: Brownie de Chocolate Meio Amargo e Nutella

Hoje é dia de mais um post especial! Nesta semana da Ciranda de Receitas (expliquei o que é aqui) é a vez da Mel, do Artes da Mel que tem receitas deliciosas! E olha só que maravilha esse brownie! Adorei a dica de fazer nas marmitinhas e presentear as pessoas queridas ❤

IMG_3632

“Esta semana peço licença e vou entrando aqui na cozinha da querida Giulia e trago uma receita deliciosa de Brownie que fica perfeito, úmido e saboroso na medida certa. Adorooooo muito. Espero que gostem também! A receita é de dar água na boca. Geralmente preparo esta receita em marmitinhas para presentear os amigos, é um mimo que certamente irá agradar!”
 
Ingredientes:
-200g de manteiga sem sal;
-150g de chocolate meio amargo;
-2 colheres (sopa) de chocolate em pó;
-3 ovos;
-250g de açúcar;
-130g de farinha de trigo;
-Nutella ou gotas de chocolate a gosto;
-Castanhas a gosto.
 
Modo de Fazer:
1) Derreta a manteiga com o chocolate no microondas;
 
2) Bata na batedeira os ovos com o açúcar até misturar bem.
 
3) Junte o chocolate, a farinha e o chocolate em pó e misture bem;
 
4) Unte e enfarinha uma assadeira e despeje a massa; Por cima coloque a nutella, eu fui pingando algumas gotinhas com a ajuda de uma colher; e por fim salpique a castanha. Já usei amêndoas e castanhas do pará.
 
5) Leve para assar em forno pré-aquecido a 180º  por 25 minutos.

Ciranda de receitas: Raclette

O post de hoje será especial e, faz parte do Ciranda de Receitas criado pela Lylia do Simples Assim. A cada 15 dias um grupo de blogueiros participa de um sorteio e publica receitas de um blog parceiro. Achei um jeito bem bacana de divulgar o meu trabalho e de outras pessoas que escrevem sobre comida. Na minha primeira participação, irei publicar uma receita da Mel do Receber & Celebrar, um blog lindo com mil ideias de decoração e cardápios para momentos especiais da nossa vida.

E a Mel trouxe uma ideia que eu adoro e que já é tradição nas noites frias na casa dos meus pais: Raclette. Hummm! Que vontade! Imagina então com queijos artesanais brasileiros? Vamos lá:

Como toda anfitriã que se preze, gosto de servir comidas que agradem meus convidados. Mas convenhamos que agradar é fácil, uma boa pizza geralmente resolve. Agora, o que você acha de agradar e também surpreender? Eu acho muito mais prazeroso!  Por isso que vivo inventando moda na cozinha, inventando tema pra festas e ideias do que servir quando recebo visitas em casa.

Quer uma dica do que faz grande sucesso? Raclette! 

Ela tem origem Suíca e dizem que é prima da fondue. O prato, que tem como um dos ingredientes principais um queijo de mesmo nome, é montado na mesa e degustado sem pressa.


A raclette exige pouquíssima preparação prévia. Disponha uma variedade de alimentos na mesa e deixe que cada pessoa coloque o que quiser comer sobre a grelha.

Raclette1

As fotos deste post foram tiradas quando recebi um queridíssmo casal de amigos para jantar. Além da racleteira, foram para mesa de jantar 5 tipos de queijos fatiados, batatinhas pré-cozidas, carne bovina e filé de peito de frango. Também coloquei em um prato de dois andares algumas fatias de abobrinha, tomates, cebolas e pimentões.

Queijos_racletteFazer_racletteIMG_8238Como_fazer_raclette

Pra quem ainda não comeu raclette, funciona assim: a racleteira é ligada na energia elétrica e esquenta uma resistência. Essa resistência aquece a chapa/pedra acima dela e o calor derrete rapidamente as fatias de queijo que são colocadas nestas mini-frigideiras.

Acompanhamento_raclette

O resultado? Carne no ponto que cada um prefere, legumes cobertos com uma generosa camada de queijo, mix de queijos derretidos cobrindo batatas e salsichas e muitas outras coisas.  Basta abusar das opções e experimentar combinações ousadas!

IMG_8231

Dia de raclette é dia sem bagunça na cozinha e sem medo de errar a receita. 

Então curta suas companhias, divirta-se num bom papo e aproveite o que a vida tem de melhor.

Um grade abraço, 

Mel Villas-Boas do blog Receber & Celebrar.

logomarca ciranda2