Hambúrguer vegano, batatas no forno e dip de abacate

img_2510

Eu adoro fazer essa receita com as sobras da comida do dia anterior. Me sinto a própria Rita Lobo reaproveitando os alimentos e fazendo economia doméstica. 😛 Geralmente uso o que sobrou do arroz com lentilhas que faço bastante aqui de comida do dia-a-dia. Mas você também pode usar o arroz e feijão que já ficou sem graça na geladeira. Ou grão de bico. Escolha uma leguminosa e fique à vontade! Os adicionais também vão depender do que você tem na sua casa: cenoura, abobrinha, vagem, couve… vale tudo! Para dar a liga, pode usar ovo, mas só com farinha também funciona.

As batatas podem ser doces ou inglesa, mas a que fica mais sequinha e crocante é a asterix! Essa da foto é batata doce orgânica, por isso deixei a casca. E o molhinho que acompanha as batatas é receita da Paola! Bora fazer?

Hambúrguer vegano

  • 1 xícara de lentilhas já cozidas (ou outra leguminosa)
  • 1 xícara de arroz já cozido (de preferência integral)
  • 1 xícara de alguma verdura ou legume ralado ou picado (cenoura, abobrinha, vagem, tomate)
  • 2 colheres de sopa de coentro e/ou salsinha picados
  • páprica picante, sal e azeite a gosto
  • 2 colheres de sopa de farinha de trigo integral

Bater todos os ingredientes, menos a farinha, no mixer até formar uma pasta. Nesse momento, se você já conseguir formar o hambúrguer, nem precisa da farinha, mas dependendo da água contida nos ingredientes que você escolheu, talvez seja um pouco difícil manter tudo junto. Nesse caso adicione a farinha e molde do tamanho que desejar. Se tiver tempo, deixe um minutinhos no congelador, isso vai ajudar a manter a forma. Em uma frigideira anti-aderente, aqueça um fio de azeite e doure os hambúrgueres por 4 minutos de cada lado. Sirva no pão de sua preferência e acompanhamentos: alface, tomate, brotos… Também ficam ótimos assados!

Batatas assadas

  • 1 batata doce grande (ou batata asterix)
  • azeite
  • alecrim
  • sal

Corte a batata em palitos e coloque-as em uma assadeira. Tempere com azeite, sal, alecrim e misture para que fiquem bem cobertas com o azeite. Coloque em forno pré-aquecido a 230 graus e asse por 30 minutos ou até que fiquem macias. Fique de olho e vire as batatas na metade do tempo para não queimar.

Dip de abacate

  • 1 avocado pequeno ou 1/4 de abacate comum
  • 1 colher de sopa de tahine
  • 1 dente de alho
  • 1 colher de sopa de azeite
  • suco de 1 limão
  • sal a gosto
  • 1 maço de coentro picado

Coloque tudo em um mixer e bata até virar uma pasta. Se necessário coloque um pouco de água para atingir a consistência de creme.

Bolo de maçãs vegano

IMG_2332

Eu estava morrendo de vontade de comer maçã assada. Sabe quando a maçã fica bem quentinha, envolta por açúcar, bem suculenta? Hummm, tava matando por isso! Aí fiquei pensando: torta, bolo ou crumble… o quê fazer? Eu nunca havia feito um bolo de maçãs e pensei que seria a opção mais prática.

Eu também queria fazer o bolo mais simples possível e resolvi usar o Wacky Cake como base. É uma receita que foi inventada durante a Grande Depressão nos EUA, quando pouquíssimo ingredientes estavam disponíveis. Ou seja, esse bolo não tem leite, ovos e nem manteiga. E também não precisa de batedeira. Adaptei para usar farinha integral e coloquei no forno. Fiquei um tanto preocupada, achando que não ia ficar gostoso. Mas ficou! Super simples, com muitos pedaços de maçã maravilhosos e perfeito pra acompanhar um chá, café ou uma bola de um bom sorvete de baunilha 😀

  • 2 1/2 xícaras de farinha de trigo integral
  • 1 xícara de de açúcar demerara ou mascavo
  • 2 xícaras de água
  • 1 1/2 de óleo vegetal (prefira os orgânicos)
  • 2 maçãs fujis e 2 maçãs verdes em cubos
  • 1 colher de sopa de fermento em pó
  • 1 pitada de sal
  • 1 colher de chá de canela
  • noz moscada a gosto

Misture as maçãs e o açúcar e reserve. Em outra tigela, misture a farinha, o sal, a canela, a noz moscada, a água e o óleo e misture bem. Adicione as maçãs e o fermento e mexa bem. Unte uma forma com furo no meio com óleo e farinha e coloque a mistura na forma. Leve ao forno pré-aquecido a 200C e asse de 45 minutos a 1 hora. Dependendo forno pode demorar mais. O bolo estará pronto quando você furar com um palito e ele sair limpinho. Coma ele bem quentinho!!

 

Creme de banana e frutas vermelhas

IMG_1998

Esse creminho é super versátil, pode ser um nutritivo café da manhã, lanche da tarde e até sobremesa! No verão eu uso todas as frutas congeladas, mas agora que tá mais friozinho, só as frutas vermelhas vão pro mixer geladinhas e aí vira um creminho. Se você usar a banana congelada também, aí a sobremesa tá garantida! Um sorbet maravilhoso vai se formar. E pode ser criativo! Use a fruta que quiser, mas indico a banana ou manga que dão muita cremosidade. Outra boa mistura é manga + maracujá + framboesa ou manga + maracujá + hortelã. É um ótima receita pra fazer com as crianças e observar a mistura de cores lindas das frutas. Vocês podem até bater cada fruta separada e brincar de “tinta”, cada um fazendo uma mistura de cores na sua tigela e na barriga 🙂

As opções são infinitas! Divirta-se!

Creme de banana e frutas vermelhas

  • 2 bananas maduras
  • amora e mirtilo congeladas a gosto
  • 1 colher de sopa de mel (opcional)
  • 1 colher de sopa de chia (opcional)
  • granola (opcional)

Bater tudo no mixer/liquidificador/processador.