Peixe ao molho branco com amêndoas

img_0352

Essa receita é inspirada em um prato do restaurante espanhol Maripili, um dos nossos preferidos aqui em São Paulo. Numa esquina descompromissada no bairro Chácara Santo Antônio, o concorrido Maripili encanta pela simplicidade. Todos os pratos, feitos para compartilhar, contém poucos ingredientes e muito sabor. Como não comemos carne, sempre nos contentamos com os frutos do mar servidos na casa: gambas al ajillo, bacalao a vizacaína e um bacalhau com molho branco e amêndoas tostadinhas de dar água na boca. Não consigo me lembrar o nome do prato em espanhol, portanto não sei se é uma receita tradicional, mas eu nunca havia experimentado. Pra falar a verdade até achava que não combinava muito bem, mas eu estava enganada. É um prato delicioso!

Como bacalhau é bem caro, resolvi tentar fazer com um filé de truta congelado que eu tinha no freezer. Deu super certo e ficou uma delícia! Acredito que qualquer peixe mais suave deve ficar bom. Para o molho imaginei que fosse um bechamel comum, mas senti vários pedacinhos de cebola quando comi no Maripili, então adicionei na hora de preparar o roux. Depois é só cobrir os filés com o molho e levar ao forno por 15 minutos. As amêndoas são tostadas na frigideira e pronto! Um jantar maravilhoso estará a sua espera. Aqui em casa resolvi servir com uma saladinha de coentro e tomatinhos e arroz cateto e negro. Buen provecho!

Peixe ao molho branco com amêndoas

  • 3 filés de truta
  • 1 cebola pequena cortada em cubos
  • 3 colheres de sopa de manteiga
  • 3 colheres de sopa (cheias) de farinha branca5
  • 500 ml de leite
  • sal, azeite e pimenta a gosto
  • 4 colheres de sopa de amêndoas em lascas

Em uma assadeira, tempere os filés com azeite, pimenta e sal a gosto. Pré-aqueça o forno a 200C e reserve. Em uma panela pequena, aqueça a manteiga até derreter e refogue a cebola por 3 minutos em fogo médio. Acrescente a farinha e mexa por mais 3 minutos. Acrescente o leite aos poucos para não empelotar. Em fogo baixo, mexa até engrossar. Acerte o sal. Cubra os filés na assadeira com o molho e leve ao forno por 15 minutos ou até que o peixe esteja cozido.  Esquente uma frigideira e coloque as amêndoas. Mexa a frigideira para não queimar até que as amêndoas estejam douradas. Sirva por cima do peixe. Se necessário, cubra o peixe com mais molho.

img_0361

 

 

 

Anúncios

Moqueca de peixe com leite de coco feito em casa

IMG_2171Desde pequena lembro dos meus pais fazendo moqueca em casa. Quando eu tinha uns 8 anos eles foram comemorar 10 anos de casados em Salvador e voltaram apaixonados por moqueca e com duas panelas de barro.

Sempre achei moqueca um prato delicioso e minha mãe gosta de dar o seu temperinho, colocando diversos frutos do mar… o arroz com alho e leite de coco dela também não podiam faltar! Hum, domingos com moqueca são maravilhosos!

Depois que casei, comprei a minha panela de barro (uma pequena, pra caber dentro do apartamento :)) mas nunca tinha feito moqueca até esse ano! Pesquisei algumas receitas, recorri à memória de minha mãe cozinhando e saiu uma moqueca muito gostosa! E nesse friozinho tenho usado muito a panela de barro pra fazer cozidos que aquecem o coração.

E hoje vai ter moqueca!

Este slideshow necessita de JavaScript.

Minha mãe sempre usou cação, barato, fácil de achar e de carne firme que fica ótimo cozido. Mas, andei pesquisando e cação (que nada mais é do que tubarão, sim, carne de tubarão) não é um peixe sustentável para se consumir 😦 Isso significa que os tubarões estão em extinção e não há um controle para a pesca deles.

Conseguir informações sobre os peixes mais sustentáveis para se consumir não é fácil… e a oferta nos supermercados não é lá grande coisa, ainda mais se você mora longe do litoral. Porém encontrei esse Guia de Consumo Responsável de Pescados da Unimonte, em Santos. Lá, não achei o cação, mas pelas minhas pesquisas  (aqui e aqui) é bom evitar ao máximo. Com essa receita de moqueca você pode usar o que quiser como recheio: camarão, banana, palmito pupunha, couve-flor… use a imaginação, pois leite de coco + coentro + dendê fica bom com qualquer coisa 🙂

IMG_2174

Moqueca de peixe com leite de coco caseiro

(para uma panela pequena)

  • 2 postas de cação ou qualquer outro peixe de sua escolha
  • 2 tomates grandes
  • 2 cebolas grandes
  • 1 pimentão vermelho grande
  • 1 maço de coentro
  • 300 ml de leite de coco caseiro
  • azeite de dendê, sal e pimenta a gosto

Corte as cebolas, tomates e pimentão em rodelas grandes e tempere as postas de peixe com sal, pimenta e limão a gosto. Com a panela desligada monte as camadas: cebola, pimentão, tomate e peixe. A cada camada, tempere com sal e pimenta. Termine com bastante coentro picado. Adicione o leite de coco e o dendê e deixe tudo cozinhar até que peixe esteja cozido. ❤

Leite de coco caseiro

Segui a receita da Rita Lobo e quis fazer tudo do zero mesmo. Comprei o coco seco, coloquei no forno até que começasse a rachar e a trabalheira começou! Com ajuda de uma faca e uma martelo fui soltando a polpa da casca, cortei em pedacinhos e bati no liquidificador com a mesma proporção de água fervendo e coco. Depois coei, e pronto! 😀 Achei meio amarguinho, mas o resultado final na moqueca ficou excelente! Depois fui olhar os vidrinhos de leite de coco que eu tinha comprado e na lista dos ingredientes há bem mais coisa do que apenas coco e água: mil espessastes e conservantes. Fora que foi muito legal “descobrir”o coco… fiquei pensando em mil ideias para fazer com crianças. Eu recomendo você ter essa experiência pelo menos uma vez, depois pode comprar o coco já ralado na feira mesmo 😉

Arroz com alho frito e leite de coco

Fritar 2 dentes de alho no azeite de oliva e adicionar 2 copos de arroz. Refogar e temperar com sal. Adicione 2 copos de água. Quando a água estiver quase secando, adicione o leite de coco e deixe secar. Fica uma delícia na panela de barro também 🙂